Nota Pastoral

30-3-2020

Amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus

Que a graça do nosso Bom Deus seja abundantemente derramada sobre toda a Sua igreja.

Aprouve ao Senhor, cujos desígnios são insondáveis, privar-nos do privilégio que nos dava de podermos reunir-nos na casa de oração para O louvarmos e adorarmos. Segundo as últimas previsões oficiais no nosso País, esta privação estender-se-á até ao mês de Maio. Temos de confessar que para nós é longa esta nefasta experiência que vivemos. Mas também só o Senhor sabe por que razão e para que alvo nas nossas vidas é tão longa.

Para além de mantermos o nosso culto diário, orando e lendo a Bíblia, devemos aproveitar para reflectir profundamente no modo como até aqui temos vivido, qual tem sido o nosso testemunho quotidiano como discípulos de Jesus Cristo que dizemos ser.

Provavelmente, e durante alguns anos, nada voltará a ser como era antes desta pandemia: quer em termos financeiros e económicos, quer mesmo no que diz respeito à nossa civilização, que ficará rudemente abalada.

Quanto à vivência futura das nossas igrejas locais, também só Deus sabe as repercussões positivas e negativas que esta situação trará.

Uma coisa sabemos nós: as igrejas não são nossas, são de Jesus Cristo, Ele é o verdadeiro Pastor da Sua Igreja e não deixará de conduzir o Seu rebanho até aos pastos verdejantes, pois Ele mesmo é o alimento espiritual que sacia totalmente a nossa fome e sede espirituais.

Por isso, confiemos-Lhe as nossas vidas e a vida da Sua Igreja a que pertencemos, vivendo na certeza de que o Senhor continuará a cuidar do Seu povo em geral e de cada um de nós em particular.

Se Deus assim o permitir, no próximo Domingo voltaremos a apresentar aos Irmãos e Irmãs mais uma mensagem bíblica.

Que o Senhor guarde a cada um de nós no Seu amor e infinita misericórdia.

 Pastor Celestino Torres de Oliveira